sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Lucas Santos Palestrante


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Estou aqui para dizer que estou muito feliz pelas visitas, comentários e retornos que estou recebendo de vocês.

Vocês realmente são fantástico! Sucesso a todos!
"Para obter algo que você nunca teve, você precisa fazer algo que nunca fez!"
Lucas Santos

Samuray Consultoria & Treinamento Humano

Samuray Consultoria & Treinamento Humano

Nossa missão:
"Oferecer soluções para o maior ativo das empresas"

- Equipe Multidisciplinar
- Treinamentos adaptados à realidade empresarial

"Nossa Prioridade é a sua Excelência"
Rua Marechal Deodoro, Nº 272, Centro
(35) 3713-3222
(35) 8844-4859

domingo, 25 de janeiro de 2009

Seu Nome é sua Marca

Prof. Douglas Zela.
Dizer que Marketing é coisa exclusiva de empresas, que é antiético ou aético, ou ainda, que não se deve utilizá-lo para profissionais liberais sobre o risco de desgastar ou comprometer sua imagem é uma das maiores falácias do mundo dos negócios, do meio acadêmico e da sociedade de uma forma geral. Aqueles que afirmam isso, não sabem do que estão falando, ou imaginam que Marketing seja uma coisa que ele não é.Partindo da premissa que Marketing é a ciência que procura compreender: os anseios, desejos e necessidades das pessoas para oferecer a elas aquilo que elas querem, sua amplitude inclui as atividades profissionais das pessoas.Médicos, Dentistas, Advogados, Professores, Fisioterapeutas e outros profissionais liberais ou não, autônomos, empresários ou executivos devem ter em mente que aquilo que antigamente se falava de “Fazer o Nome”, hoje deve ser visto como a “Construção de uma Marca”. Porém, a forma de como essa “Marca” deve ser construída é diferente do que as empresas fazem com produtos e principalmente do que se fazia no passado. Para se construir a marca devem ser levados em consideração, os diferenciais deste profissional em relação aos seus colegas, seu currículo/evolução da carreira e o acompanhamento das tendências do mercado e das mudanças no mundo.Deve ser salientado que, assim como é impossível construir uma marca consagrada para produtos que não tenham qualidade, é impossível, também, adquirir reconhecimento profissional sem qualificação suficiente para ser considerado como tal, independente da área de atuação. Quando uma pessoa tenta promover aquilo que não é, isto jamais deve ser chamado de Marketing Pessoal e sim de crime! Ferramentas de Marketing, inclusive para a construção de marca, exigem ações verdadeiras e de longo prazo.Um profissional que prima pela qualidade em tudo o que faz, tem maior probabilidade de sucesso e de destaque. É impossível ser um profissional destacado sem estar direcionado para o aprimoramento constante, com qualidade no que faz. Porém, isso não é tudo, ainda falta o monitoramento das mudanças ocorridas no mundo e a divulgação de fatos relevantes à sociedade. O mundo moderno chama essa atividade de Marketing Pessoal.Marketing Pessoal difere da Autopromoção por diversos motivos, mas eu citaria o fato de que o Marketing Pessoal procura mostrar o que uma pessoa faz de bom e interessa a outras pessoas e a sociedade, enquanto que a Autopromoção exalta o ego de quem está se autopromovendo. Exemplificando: se uma pessoa divulgar que realizou um curso importante faz parte das ações de Marketing Pessoal, enquanto que, se outra pessoa divulgar uma foto em que aparece ao lado de um artista famoso, mostrando-se íntima dele, e procurando capitalizar-se disso, temos uma ação clara de Autopromoção.Assim, da mesma maneira que as empresas utilizam ferramentas de Marketing para construir marcas consagradas, baseadas em produtos com qualidade, confiáveis e que despertam desejos nos consumidores, pessoas podem criar sua marca pessoal.Charlatões de todos os níveis afirmam ter receitas milagrosas para “Construir um Nome” baseado na simples utilização de ferramentas de comunicação, e isto é mais uma falácia. Jamais a comunicação terá capacidade de construir uma boa imagem sozinha e a longo prazo. Todo planejamento deve estar baseado no longo prazo, tornando-se impossível que se consiga construir uma verdadeira “Marca” para alguém que esteja iludindo o mundo. Tentar mostrar algo que você não é, além de crime é burrice. Assim, se você não é criminoso, por que comprometer negativamente sua imagem. Por outro lado, se você consegue se destacar diante dos seus concorrentes, mostrando o que você faz, e consegue ter o reconhecimento daqueles que pagam pelos seus serviços, você está fazendo uma bela atitude na construção da Sua Marca.Existem obviamente os opositores desse pensamento, que pregam que a divulgação de um profissional é uma atitude, no mínimo, ideologicamente errada. Geralmente esses opositores não se identificam com anseios, expectativas, desejos e necessidades dos seus clientes e também apresentam uma boa dose de inveja. Diante dessas pessoas saliento constantemente que não estamos tratando de autopromoção, mas de divulgação do que se está fazendo de bom para as pessoas que valorizam isso.Algumas das perguntas que faço constantemente aos participantes das palestras e workshops que me apresento, e principalmente aos meus colegas professores demonstrando esse pensamento são:- Quantos Cursos de Especialização você fez nos últimos anos que tiveram conceito suficiente para que a sociedade o reconhecesse com um profissional de destaque?- Quantos artigos científicos, você produziu nos últimos anos que resultaram em entrevistas, ou artigos na mídia tradicional, com impacto suficiente para que seu nome tivesse destaque?- Você é consultado por jornalistas quando estes desejam saber algo na sua área de atuação?- Você fez algo de inovador que despertou o interesse da sociedade de modo que pessoas passaram a procurá-lo para pedir conselhos?- Seu nome é referência quando se fala da sua área de atuação profissional?- Pessoas da sua área de atuação profissional conhecem o seu nome?- Você possui um domínio registrado na internet em seu nome?- Nos sites de busca, quando você digita o seu nome, as primeiras citações são de sites que você tem controle sobre eles?Pode parecer bobagem, mas o registro de um domínio na internet, com uma página pessoal na grande rede é uma forma magistral de se relacionar com a comunidade. Profissionais que mantêm uma página pessoal / profissional na internet têm um relacionamento mais amplo com a comunidade e, conseqüentemente, com clientes, pessoas e empresas que se interessam pelas suas atividades profissionais. Você não tem seu nome na lista telefônica? Então deve ter seu nome na Maior Lista Telefônica do Mundo: o Google. Se você tiver controle sobre o conteúdo dos primeiros sites relacionados nos buscadores, quer dizer que você tem registrado um domínio bem acessado e que se alguém procurar seu nome terá informação verdadeira e fidedigna sobre você e seu negócio. Pode até significar pouco, mas uma boa parte das pessoas quando procuram referências sobre alguém acessam esses sites.Se você fizer todos os passos corretamente: levantar informações sobre o que você faz e o que a sociedade deseja de profissionais como você; se adaptar a essa realidade, atualizar-se constantemente (educação continuada); divulgar suas realizações que sejam importantes para a sociedade; e estiver pronto para mudanças, você estará construindo uma verdadeira Marca Pessoal.Não estamos falando de autopromoção ou enaltecimento do ego, mas de sobrevivência nesse mundo cada vez mais competitivo. Ninguém saberá das suas virtudes se elas não forem contadas e essa demonstração pode ser muito simples, como a colocação de um Certificado de Participação em um Congresso na sua sala de espera, se você for médico, dentista ou advogado ou a divulgação desse mesmo evento na sua página pessoal na internet.O sobrenome corporativo.Na vida corporativa a construção de uma marca pessoal apresenta situações um pouco mais delicadas, pois envolve uma relação de empresa e empregado, o que em muitos casos sofre interferências de normas. Quando trato do assunto com diversos profissionais nos meus trabalhos de consultoria e treinamento faço a seguinte reflexão: Hoje você trabalha numa empresa, numa escola, num hospital, ou outra organização qualquer, mas amanhã seus préstimos profissionais podem não ser mais interessantes para essa organização e você será demitido. Daí ocorre o famoso “perder o chão”, pois daquele momento em diante você perdeu seu sobrenome, sua identidade; Sua Vida. O que fazer?Algumas pessoas trabalham por muito tempo numa mesma empresa, e com os anos ela adota o nome da empresa como seu próprio sobrenome. É comum as pessoas se apresentarem como sendo “fulano da empresa tal”. Porém, por mais que uma empresa normalmente dure mais do que as pessoas, ela pode acabar ou como é mais comum, demitir um funcionário. Nesses casos um profissional perde toda a Sua Marca, pois ela estava vinculada a uma empresa que não o quis mais.Nestes casos a recomendação é que os profissionais desvinculem a sua vida particular / profissional da sua vida empresarial / profissional e trabalhem diferentemente as duas Marcas. Não se deve esquecer que os grandes executivos fazem isso e mudam de empresa várias vezes na sua carreira. Desvincular as duas atividades deve seguir obviamente as regras da empresa empregadora, mas o que o profissional deve ter em mente é que Sua Marca é tão importante quanto a Marca da Empresa. Afinal de contas, qual das duas marcas é sua?Para quem é funcionário de uma empresa as dicas são:- Verifique dentro da cultura da empresa o que é bem visto e o que é mal visto em matéria de divulgação pessoal;- Analise quais são suas atitudes e desafios que interessam somente a empresa e divulgue só o que for de interesse da sociedade. Exemplo: Um curso de operação de um determinado software interessa só a empresa, enquanto que um curso de pós-graduação interessa a sociedade;- Mantenha as suas “duas vidas” separadas. Ex. O seu endereço de e.mail da empresa pertence a ela, e não deve ser divulgado pra assuntos particulares ou pessoais.Um Marca para o resto da sua vidaA construção de uma Marca Pessoal é para toda a vida, ela deve estar relacionada a sua atividade profissional e ao seu relacionamento com a sociedade, e portanto, você deve estar pronto para tudo o que vier. Como numa grande organização as intempéries virão e você deve estar pronto para encará-las preservando a sua imagem. Uma marca sólida sobrevive a muitos baques. É comum empresas falidas terem marcas valiosas, e se houver planejamento, sua Marca Pessoal também poderá encarar de frente desafios e sair ilesa.Pense que mudanças podem e devem ocorrer, e que uma pessoa deve ter em mente que se ela não acompanhar essas mudanças será condenada ao ostracismo e ao esquecimento, pois ficará para trás, numa fase da história da humanidade onde isto é fatal. Desta maneira imagine todas as situações possíveis de sucesso e de fracasso e veja quais alternativas que você terá e como você gostaria de ter a sua imagem em cada uma delas.Gerir uma Marca é estar pronto para todo tipo de ocorrência, mas principalmente, é estar ligado em tudo o que possa acontecer e que venha a comprometer essa imagem. Exemplo: um médico que vê sua especialidade alterar-se em decorrência de evolução tecnológica deve estar pronto para mudanças no seu trabalho e para alterações na sua imagem, pois, afinal de contas a cada dia o mundo muda.Por fim, quando o “seu dia” chegar, ficará presente a imagem e a marca que você construiu durante toda a sua vida. Se ela foi bem construída, preservará sua boa imagem por muitos anos ainda, porém se ela não for boa, essa imagem será negativa e Sua Marca será esquecida. Como herança para seus filhos você poderá deixar dinheiro, conhecimento e um Nome, aquilo que modernamente chamamos de Marca, pois afinal de contas “Seu Nome é Sua Marca!”
Origem: Publique Artigos no site Artigonal.comPerfil do Autor:Prof. Douglas Zela.Especialista em Marketing Estratégico e Estratégias de Marketing para Consultórios Médicos.Bacharel em Administração, Pós-Graduado em Marketing e Propaganda, MBA em Administração Estratégica, Mestre em Administração e Doutor em Gestão de Negócios.Coordenador e Professor dos Cursos de Pós-Graduação em Marketing da FAE Business School.Já proferiu: aulas, palestras e cursos para mais de 13.000 pessoas.Trabalhos de Consultoria e Treinamento realizados para mais de 80 empresas.
Lucas Santos

Mensagem: Acreditar e Agir


Acreditar e Agir.
Um viajante ia caminhando em solo distante, as margens de um grande lago de águas cristalinas. Seu destino era a outra margem. Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem coberto de idade, um barqueiro, quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho. Logo seus olhos perceberam o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, o viajante pode observar que se tratava de duas palavras, num deles estava entalhada a palavra ACREDITAR e no outro AGIR. Não podendo conter a curiosidade, o viajante perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos. O barqueiro respondeu pegando o remo chamado ACREDITAR e remando com toda força. O barco, então, começou a dar voltas sem sair do lugar em que estava. Em seguida, pegou o remo AGIR e remou com todo vigor. Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante. Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, remou com eles simultaneamente e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago chegando ao seu destino, a outra margem. Então o barqueiro disse ao viajante:- Esse porto se chama autoconfiança. Simultaneamente é preciso ACREDITAR e também AGIR para que possamos alcançá-la!
Autor: Desconhecido
Lucas Santos

sábado, 17 de janeiro de 2009

Saudações - Lucas Santos

Olá pessoal! Tudo bem com vocês?
Vocês são fantásticos, o meu blog está sendo um grande sucesso graças as visitas de todos vocês. Gostaria de agradecer a todos pelo apoio. Estou recebendo vários e-mais com sugestão e oportunidades... Muito obrigado mesmo! Continue visitando o blog, sempre tem conteúdo, artigos, curiosidades para vocês!
Abraço!!!
Lucas Santos

Emprego de A a Z


Dica da semana:Emprego de A a Z

Max Gehringer
Escolher a faculdade. Conseguir o primeiro emprego. Acumular cursos de especialização. Comprovar produtividade. Driblar as intrigas. Até "chegado o dia" criar coragem e pedir de maneira firme e direta aumento para o chefe. Se a resposta for uma sonora gargalhada, ainda não é hora de desanimar. Mas sim de ler a mais recente obra de Max Gehringer, Emprego de A a Z, que a Editora Globo acaba de colocar nas livrarias.O livro foi inspirado na série de televisão para o Fantástico, que conquistou o público pela linguagem precisa e sem maneirismos e pelo humor. Os acessos ao site do programa o tornaram recordistas entre os quadros apresentados por especialistas no programa. Foram 250 mil em um único dia. Gehringer mostra que entende mais do que de empresas. Entende de gente. E sabe identificar, com um olhar curioso, quase de antropólogo, os tipos humanos e as relações cotidianas das corporações.O leitor certamente vai reconhecer os personagens. Seja o sincero Ricardo ou o burocrático Botelho. Há Ricardos e Botelhos em todas as empresas, afinal de contas. E também os chefes que à maneira bíblica se comunicam por parábolas misteriosas. Sem contar os colegas que conseguem criticar dando a impressão que estão elogiando.O texto de Max Gehringer, no entanto, não perde em precisão e argúcia por montar esse quadro bem-humorado. Como diz o próprio autor, rir é fundamental, mas na hora certa. Isso significa que o leitor vai encontrar informações úteis para situações bastante práticas, como a maneira correta de crirar um currículo, quando e como escolher os cursos que pretende fazer, qual a hora de mudar de empresa ou mesmo de atividade.Emprego de A a Z é organizado no formato de um dicionário, no qual os temas vão surgindo pela ordem alfabética. Os tópicos vão de assédio moral e aumento até vaga e vítima. Passando pelas letras "b" de bonzinho e "p" de puxa-saco. Em cada uma delas a análise do autor vai direto ao ponto, com a experiência de quem teve toda uma vida voltada a entender o mundo corporativo por dentro.

Técnicas para falar em público

Técnicas para falar em público
Mário Persona
Fui entrevistado pelo site Bolsa de Mulher para uma matéria sobre falar em público. Como o tema é particularmente útil para palestrantes, decidi publicar a íntegra da entrevista aqui.

Por que é tão importante saber falar em público e por que há tantas pessoas que têm tanta dificuldade para fazê-lo?Palestrante - A comunicação sempre foi importante, pois sem ela não teríamos a civilização que temos hoje. Um dos grandes diferenciais da raça humana é sua capacidade de se comunicar, de articular seus pensamentos, de transmitir idéias de forma ordenada. Cada vez mais somos solicitados a falar em público, seja em uma festa familiar, em uma reunião no trabalho ou em um evento qualquer. Qualquer pessoa deveria dominar essa técnica.Obviamente ninguém precisa ser um palestrante profissional para falar em público, e nem a audiência espera isso da pessoa. Quanto maior sua capacidade na profissão ou atividade que você exerce, maior o desconto que sua audiência dará para possíveis falhas em seu modo de falar. Portanto, se você tem coisas importantes para dizer, vá em frente e diga, sem se torturar com a possibilidade de não ser 100% em sua capacidade de oratória. Quando você põe isso em mente deixa de fazer aquela cobrança excessiva de si mesmo na hora de falar, e reduz o estresse. Em suma, sua oratória até melhora quando você não se estressa por causa de sua oratória.

A dificuldade da maioria das pessoas está no medo, mas ele não deve ser eliminado e sim administrado e transformado em aliado. Quem fala deve aprender a transformar a adrenalina, liberada pelo medo, em energia e vigor para a comunicação. Os atletas se superam quando existe pressão, e não é diferente na atividade de falar em público.

Uma boa técnica para se eliminar o medo é não começar logo com o assunto, mas começar falando de si mesmo, de sua família, de seu time de futebol e outras amenidades. Essa técnica reduz a tensão do orador e também permite que o público o enxergue como um ser humano e passe a relevar suas falhas. Além disso, se você começar falando daquilo que você está acostumado a falar, daquilo que é capaz de falar até dormindo, irá evitar aquele branco na memória que é o pavor de qualquer um na hora de falar em público. Tudo fica mais fácil quando você começa falando de um assunto corriqueiro. Depois desse aquecimento fica fácil fazer a transição para o assunto da palestra.Suas características naturais também podem servir como uma moldura para o seu discurso. Se você tem um perfil bem-humorado e costuma contar piadas para os amigos, pode usar essa característica, mas nem tente ser engraçado em público se não for esse o seu modo de agir naturalmente quando está entre amigos.

Como uma pessoa extremamente tímida, que precisa se apresentar para garantir um emprego, por exemplo, pode superar seus medos e se sentir mais confiante?Palestrante - O que mais atrapalha é o medo de se expor, de achar que as pessoas estão reparando naquele fio de cabelo fora do lugar, no gaguejar ou nas mãos trêmulas. Quem fala tem uma percepção muito maior desses detalhes do que sua audiência, que está prestando atenção na mensagem. A mensagem, esta sim, é o recheio de uma apresentação e deve ser interessante o suficiente para atrair e cativar a audiência. Se a preocupação é com as falhas, o melhor mesmo é que o seu público fique sabendo delas logo de início. Se você falar de seus defeitos, seu público não terá a chance de descobri-los, portanto é você quem está no controle. Vale a pena assistir o filme "8-Mile A Rua das Ilusões" para ver como o cantor supera seus medos ao se abrir diante do seu público. Quando não temos mais nada para esconder, perdemos aquele medo de que as pessoas percebam que exista alguma coisa de errado conosco. Quais são as principais técnicas e dicas para uma boa apresentação em público?

Palestrante - Analisar bem o público, a ocasião, os objetivos. Quem fala em público está ali como quem vai vender um produto, que são suas idéias. Isso deve ser feito da maneira que gerar uma maior satisfação para os ouvintes. Você pode também treinar diante de um espelho, para analisar postura, expressões, timbre de voz, articulação das palavras. Se puder gravar ou filmar a si mesmo, o que hoje dá para fazer até com um celular, você poderá analisar o resultado, fazer correções e pedir críticas e sugestões a algum amigo. Nos meus treinamentos de comunicação verbal eu costumo pedir aos participantes que venham à frente para falar sobre algo enquanto são filmados e depois analisamos juntos os resultados. Há diversas dicas práticas que a pessoa que fala em público pode conseguir com a ajuda de um profissional ou lendo livros sobre o assunto. Uma é trabalhar a entonação da voz e aprender a fazer uso do silêncio para sublinhar suas palavras. Outra é decidir se deve falar de improviso, usar anotações ou slides, ou ainda ler um texto corrido. Cada forma tem vantagens e desvantagens. Se você decidir ler um texto, nunca faça isso segurando uma folha de papel na mão, pois ela fatalmente irá denunciar qualquer tremor e comprometer a segurança que a sua fala deveria transmitir. Aconselho o uso de pequenos cartões, que não revelam que as mãos estão tremendo.Há fatores físicos que podem comprometer ou colaborar com o desempenho da pessoa?Palestrante - Sim, tudo pode acontecer durante uma palestra. O uso de microfones e o manuseio das apresentações no computador são coisas que precisam ser treinadas de antemão, para não correr o risco de ter problemas de som ou perder minutos preciosos tentando entender o equipamento. Microfones podem se transformar em instrumentos de desastre, quando não são usados da forma correta.As falhas técnicas acabam desviando a atenção do público, e o mesmo acontece com vícios de linguagem, como o uso excessivo de expressões como "ou seja", "sendo assim", ou então sons como "hããã", "né". Movimentos estranhos com o corpo, com os pés e com as mãos também são inimigos do orador por desviarem a atenção. Quem fala em público deve se imaginar na tela de uma TV apresentando um telejornal. Isto implica manter o público atento à sua boca e expressões, e aos movimentos de suas mãos, que devem ser mantidas dentro dessa "tela" de TV imaginária. As mãos só devem enfatizar a fala quando mantidas acima da cintura para não desviar a atenção para muito longe do rosto do orador.
Lucas Santos

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Palestrante e Consultor Lucas Santos

(clique no flyer para ampliar) Palestrante e Consultor Motivacional: É um ótimo comunicador, ama falar em público e ensinar sobre o que domina. Atua principalmente nos seguintes assuntos: Desenvolvimento Humano, Comunicação, Liderança, Criatividade, Motivação, Empreendedorismo, Qualidade, Sucesso.lucassantospalestrante@yahoo.com.br
Lucas Santos
.........................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e Felicidades!

Sociedade dos Poetas Mortos


Sessão Negócios & Pipoca:

Sociedade dos Poetas Mortos

Em 1959 na Welton Academy, uma tradicional escola preparatória, um ex-aluno (Robin Williams) se torna o novo professor de literatura, mas logo seus métodos de incentivar os alunos a pensarem por si mesmos cria um choque com a ortodoxa direção do colégio, principalmente quando ele fala aos seus alunos sobre a "Sociedade dos Poetas Mortos".


Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! Gostaria de agradecer a participação de todos! Graças a vocês o meu blog vem recebendo vários elogios...Abraços!

Lucas Santos

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Empreenda Seus Sonhos


Empreenda Seus Sonhos
Diego Berro

“O sonho acorda seu desejo e pode colocá-lo no caminho que o levará a tornar-se a pessoa que você quer ser”.
Nos últimos dias meu tempo foi todo ocupado com reuniões em empresas interessadas em contratar minhas palestras e treinamentos. Nos últimos três dias tive a oportunidade de conhecer onze empresas na região de Porto Alegre, onde estarei desenvolvendo uma série de palestras nos próximos meses.
Pude acompanhar de perto nesses dias a rotina de empresas de diversos seguimentos: empresas que trabalham com aço, extintores, restaurantes e churrascarias, cooperativas, lojas de auto-pecas, lojas de tintas, construtoras, etc.
Nessas visitas temos sempre uma oportunidade extraordinária e enriquecedora, de aprender com a experiência de cada empresário, e de cada funcionário também. Temos a oportunidade de dia-a-dia, conhecer a rotina de empresas de diversos seguimentos, enriquecendo assim nosso conhecimento em gestão.
Dessas visitas que fiz nos últimos dias, duas foram extremamente motivadoras. A primeira oportunidade foi a de estar com o senhor Roberto Biasibetti, proprietário da Churrascaria Biasi, na cidade de Sapucaia do Sul no Rio Grande do Sul.
O senhor Roberto começou a carreira profissional como garçom. Ele tinha um sonho de um dia ter o seu próprio restaurante. Para muitos garçons, ser empresário era um sonho impossível em frente às dificuldades enfrentadas na profissão e a limitação salarial. Por isso, muitos nem sonhavam com essa possibilidade e se limitavam a sonhar sonhos pequenos. Eu costumo dizer em minhas palestras que o triste da vida, não é sonhar alto, batalhar e não alcançar e sim sonhar baixo e alcançar, pois quando se sonha baixo e alcança, se contenta com o pouco, com o medíocre.
Isto era impossível para eles, mas não para o senhor Roberto que acreditava determinantemente em seus sonhos e por isso seu sonho tornava-se cada dia mais real para ele. O senhor Roberto sonhou, planejou, persistiu e realizou seu sonho. Hoje é proprietário de um dos restaurantes mais tradicionais de sua cidade, onde você, quando estiver passando pela grande Porto Alegre, pode degustar uma excelente comida num maravilhoso e aconchegante ambiente.
Qual a diferença entre o senhor Roberto e todos os outros garçons que ainda estão estagnados nas mesmas posições profissionais de vinte anos atrás?
O segundo empresário que tive a oportunidade de conhecer esta semana, foi o senhor Joel Cio, proprietário da Oliveira Concretos, também na cidade de Sapucaia do Sul.
O senhor Joel trabalhou por mais de vinte anos na mesma empresa na qual é proprietário hoje. Vindo também de família simples como o senhor Roberto, o senhor Joel começou sua carreira nesta empresa como ajudante de fábrica, fazendo todo tipo de serviço que aparecia na empresa. Depois, se destacou e foi promovido a zelador, depois encarregado de produção e finalmente supervisor geral da fábrica.
Quando então, o antigo proprietário resolveu fechar a empresa para se dedicar a outros negócios. O que parecia um grave problema, representando demissão a todos os funcionários, para o senhor Joel transformo-se numa grande oportunidade. Nos vinte anos trabalhados na empresa, o senhor Joel se dedicou e naquele momento estava preparado para agarrar aquela oportunidade. Vinte anos se preparando para isso.
Como conhecia bem o mercado e os erros e acertos da empresa, resolveu assumir a empresa. Tinha pouco dinheiro para investir, mas negociou com o antigo proprietário e assumiu um compromisso de um salgado aluguel. Começou aumentando o salário dos funcionários e fazendo mudanças que vinham desde troca de pessoal à mudança no atendimento e vendas.
Faz dez meses que o senhor Joel assumiu a empresa e nesse período já dobrou o faturamento comparado há quando havia assumido a empresa.
Será que o senhor Joel serve de exemplo e experiência para seus colegas que trabalharam na mesma função que ele e que hoje são seus colaboradores?
Será que o exemplo dele motiva você?
Não sei qual a posição que você ocupa na sua empresa nem ao mesmo se esta satisfeito com ela, mas tenho certeza que você pode crescer ainda mais.
Por diversas empresas que passei, vi funcionários desanimados, sem sonhos, sem vontade de crescer, sem acreditar que isso fosse possível. Pessoas entregues a uma rotina chata e penosa de trabalho, onde a única motivação é obter seu salário no final do mês para pagar suas contas.
Será que essa é, tem sido ou deve ser sua única motivação?
Essas pessoas que citei acima são apenas algumas das milhares de pessoas que sonharam e decidiram vencer.
Você quer fazer parte de que time? Dos vencedores?
Então comece sonhando com seu crescimento, independentemente da posição que você ocupa na sua empresa. Faça o seu melhor todos os dias e estruture um planejamento de como pode ser possível alcançar seu sonho.
Se estiver disposto a pagar o preço, corra atrás, para que um dia você possa dizer as pessoas o mesmo, quem sabe, que eu ouvi do senhor Roberto na tarde de ontem:
- Diego posso te dizer que alcancei todos meus sonhos, tendo hoje tudo o que havia desejado um dia. Agora preciso sonhar outros sonhos.

Artigo escrito dia 15/03/2007 .
Hoje o senhor Roberto Biasibetti, continua com muito sucesso como empresário, mas está em busca de realizar outro sonho, o de se eleger vereador de Sapucaia do Sul no Rio Grande do Sul para contribuir com sua experiência profissional auxiliando o desenvolvimento de sua cidade e da população de Sapucaia do Sul. Você duvida que ele vai alcançar mais essa conquista? Eu não!
Fonte: http://www.diegoberro.com.br/
Lucas Santos

10 Dicas Para Viver Com Entusiasmo


10 Dicas Para Viver Com Entusiasmo

1. Afaste-se de fatos e de pessoas negativas. Cuidado com as noticias ruins. Afaste-se delas;
2. Aceite e valorize suas idéias;
3. Não reclame. Não fale mal dos outros;
4. Seja alegre. Ria de si mesmo. Seja bem humorado;
5. Ilumine mais o seu ambiente de trabalho e sua casa. A escuridão traz a depressão;
6. Ser alguém sempre pronto a colaborar;
7. Surpreenda as pessoas dando "momentos mágicos";
8. Preste atenção ao detalhes. Faça sempre o melhor;
9. Invista em Você. Ande limpo e bem vestido;
10. Não fique parado. Aja! Faça Já! Entusiasmo é ação!

Prof. Luis Almeida Marins FilhoPresidente das empresas Consortium System (Nova York) e Triangle Freightliner of Raleigh (Carolina do Norte) nos Estados Unidos (1989-1995); e membro do conselho diretor da Global Transport Traders. Reading, Pensilvânia, EUA - 1990-1995);
Fonte: http://www.rhportal.com.br/
Lucas Santos
..........................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e Felicidades!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Lição de Vida!

Imagem da Semana:


"Alcance novas Oportunidades!"

Como expor e aprovar um projeto polêmico

Artigo: Como expor e aprovar um projeto polêmico

E aí, trabalhou duro para elaborar um projeto que pudesse realmente impressionar e deixar a sua marca de profissional competente, de muita visão e que sabe encontrar soluções quando surgem os problemas? Não é fácil não.
Primeiro, você teve que identificar bem quais eram as necessidades da empresa que precisariam ser atendidas. E como são muitos problemas, o seu mérito é ainda maior porque soube visualizar o assunto que era prioritário.
Depois, teve que calcular o montante de recursos que seriam consumidos e quais os meios para consegui-los. Ufa! Haja fôlego.
Quantos detalhes, quantas variáveis, quanta pesquisa - afinal a situação não permite falhas, e tudo tem que ser muito bem planejado.
Tudo pronto? Não esqueceu de nada?
Muito bem, então monte a sua apresentação numa bonita seqüência de telas no power point e leve sua nova obra para brilhar na reunião.
Você está preocupado? Mas não está tudo prontinho, revisado e revirado de ponta a ponta?
Está dizendo que alguns diretores e gerentes poderão ser prejudicados com as novas mudanças?
Então saiba que como as suas idéias são polêmicas a etapa mais difícil está apenas começando.
Se você tiver que apresentar um projeto que contrarie os interesses das pessoas que irão julgá-lo, prepare-se para essa batalha com munição e estratégia apropriadas.
Primeiro, esteja realmente certo de que o projeto não apresenta falhas, pois qualquer incorreção se constituirá num flanco vulnerável.
Saiba ainda que durante a luta que será travada não adiantará somente ter um projeto impecável, de excepcional qualidade e que atenderá às necessidades da empresa - o que está em jogo neste confronto é também o interesse daqueles que serão afetados pela sua proposta, e que por isso mesmo construirão verdadeiras trincheiras para fazer frente aos seus ataques.
Lucas Santos
...........................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

O Blog "Lucas Santos" foi premiado como Melhor Blog!


Olá Pessoal! Gostaria de compartilhar com vocês mais uma conquista! O meu blog foi premiado como Melhor Blog! Agradeço a você caro leitor pelas visitas, comentários, e-mails, sugestões e críticas. Esta conquista é nossa!

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!! Você está fazendo parte da maior e melhor seleção de Blogs/Sites do País!!!

Só Sites e Blogs Premiados -Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
Os links encontram-se rigorosamenteem ordem alfabética .
Um forte abraço
Dário Dutra

Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

sábado, 10 de janeiro de 2009

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes

Dica de Leitura:Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes
"Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes", da editora Best Seller, é um dos livros de maior sucesso do mundo dos negócios: vendeu mais de 15 milhões de exemplares em todo o mundo e permaneceu mais de oito anos consecutivos na lista dos mais vendidos. Esta nova edição especial de aniversário traz prefácio assinado pelo autor sobre a importância dos 7 hábitos na atualidade e respostas às perguntas mais comuns de seus leitores.

A leitura desta obra é ainda hoje muito relevante, pois ajuda as pessoas a enfrentarem problemas comuns do dia-a-dia, tais como a instabilidade profissional, a desesperança, o imediatalismo, o conflito gerado pelas diferenças e muitos outros"
Agradeço a participação de todos e desejo uma excelente leitura!
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Lucas Santos - Bom fim de semana!


Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! O final de semana está chegando, gostaria desejar sucesso e um excelente sábado e domingo! Agradeço a todos pelas visitas e contatos e deixo uma frase para reflexão de Hugo Bethlem:

"Superação é ter a humildade de aprender com o passado, não se conformar com o presente e desafiar o futuro."

Abraço a todos!
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

Juscelino Kubitschek

Personalidade:
Juscelino Kubitschek de Oliveira (Diamantina, 12 de setembro de 1902 — Resende, 22 de agosto de 1976) foi um médico, militar e político brasileiro. Conhecido como JK (lê-se jota-cá), foi prefeito de Belo Horizonte, governador de Minas Gerais e presidente do Brasil entre 1956 e 1961. Foi o primeiro presidente do Brasil a nascer no século XX. Juscelino foi também o último mineiro a ser eleito presidente do Brasil pelo voto direto.
Foi casado com Sarah Kubitschek, pai de Márcia Kubitschek e de Maria Estela Kubitschek. Com estilo de governo inovador na política brasileira até então, Juscelino construiu em torno de si uma aura de simpatia e confiança entre os brasileiros.
Foi o responsável pela construção da nova capital federal, Brasília, executando assim o antigo projeto, já previsto em 3 constituições brasileiras, da mudança da capital para promover o desenvolvimento do interior e a integração do país. Durante todo o seu governo, o Brasil viveu um período de desenvolvimento econômico e estabilidade política.
Vida e carreira política
Seu pai, João César de Oliveira, era caixeiro-viajante, e sua mãe, Júlia Kubitschek, professora de origem tcheca (seu sobrenome é uma germanização do original tcheco Kubíček). Juscelino Kubitschek gostava muito de futebol, e tinha simpatia pelo América Mineiro, onde atuou como amador e sempre que podia acompanhava partidas do time.
Estudou medicina em Belo Horizonte, formando-se em 1927. Fez curso e estágio complementar em Paris e Berlim em 1930 e casou-se com Sarah Gomes de Lemos em 1931. No ano seguinte, foi nomeado como capitão-médico da Polícia Militar de Minas Gerais. Como médico, serviu nas tropas mineiras que combatiam a Revolução de 1932.
Iniciou sua carreira política em 1934, quando foi nomeado chefe da Casa Civil do interventor federal em Minas Gerais, Benedito Valadares . Foi eleito deputado federal em 1934 e exerceu o mandato até o fechamento do Congresso Nacional em novembro de 1937, com o golpe do Estado Novo. Foi prefeito de Belo Horizonte,nomeado por Benedito Valadares, de 1940 a 1945. Foi ainda eleito deputado federal para a Assembléia Constituinte de 1945.
Prefeito de Belo Horizonte em 1940, nomeado pelo então governador de Minas Gerais Benedito Valadares, deixou um rico acervo arquitetônico em grande parte assinado pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer;
Governador de Minas Gerais em 1950 até 1955, quando passou o governo para Clóvis Salgado para poder se candidatar à presidência da República. Sua administração estadual foi muito dinâmica: construiu cinco usinas hidrelétricas e abriu mais de três mil quilômetros de rodovias, o que lhe rendeu projeção nacional; Seu lema era o Binômio Energia e Transporte. A maior dificuldade como governador foi uma revolta ocorrida na cidade de Uberaba, em 1952, contra os elevados impostos estaduais.
Presidente da República de 1956 a 1961, cumprindo apenas um mandato. Sendo eleito com 36% dos votos numa coligação entre o PSD e o PTB.
Senador por Goiás em 1962.
Juscelino Kubitschek empolgou o país com seu reclame: "Cinquenta anos em cinco", conseguiu encetar um processo de rápida industrialização, tendo como carro-chefe a indústria automobilística, houve forte crescimento econômico mas também um significativo aumento da dívida pública, interna e externa.
Os anos de seu governo são lembrados como "Os Anos Dourados", que coincidiu com a fase de prosperidade norte americana conhecida como "American Celebration".

JK teve os direitos políticos cassados em 8 de junho de 1964.
Juscelino ambicionava concorrer novamente à Presidência da República em 1965, projeto abortado pelo golpe militar de 1964, também chamado de Revolução de 1964.
Acusado de corrupção, teve os direitos políticos cassados em 1964. Posteriormente, tentou articular , em 1967, a Frente Ampla de oposição ao regime militar juntamente com o ex-presidente João Goulart e o ex-governador da Guanabara Carlos Lacerda, este último seu antigo adversário político.
A partir de então passou a percorrer cidades dos Estados Unidos da América e da Europa, em um exílio voluntário. Faleceu em 1976, em um desastre automobilístico, em circunstâncias até hoje pouco claras, no quilômetro 328 da Rodovia Presidente Dutra, na altura da cidade fluminense de Resende. Até hoje, o local do acidente é conhecido como "curva do JK". Mais de 300 mil pessoas assistiram a seu funeral em Brasília. Seus restos mortais estão no Memorial JK, construído em 1981 na Capital Federal por ele fundada.
Juscelino Kubitschek é, ainda hoje, um dos políticos mais admirados do cenário nacional, considerado um dos melhores presidentes que o Brasil já teve, por sua habilidade política, por suas realizações e pelo seu respeito às instituições democráticas.
Lucas Santos

Os “10” Mandamentos da Excelência no Atendimento.

Os “10” Mandamentos da Excelência no Atendimento
Por Prof.Adm. Rosival Fagundes

I- MANTERÁS O PROFISSIONALISMO.

A aparência física das instalações, dos equipamentos e a sua própria. O conhecimento de causa e a cortesia que você mostra aos clientes e sua capacidade de transmitir sinceridade e competência.

II- RESOLVERÁS O PROBLEMA DO CLIENTE.

O cliente diz: “ por favor, me ajude”. “Resolva meu problema agora”. Registre meu pedido agora”. Muitas vezes, a boa ou a má impressão que eles guardam da empresa depende diretamente da experiência que têm com você e do modo como você os ajuda a suprir suas necessidades.

III- DIRÁS A VERDADE.

Quando você atende uma solicitação do cliente a tempo, está demonstrando confiabilidade. Nunca prometa demais só para fechar uma venda. A transação não termina nesse momento. Nessa hora ela apenas começa.

IV- OUVIRÁS O CLIENTE SEMPRE.

Procurar ouvir sempre o que o cliente deseja, suas necessidades, e demonstrar a boa vontade em ajudar os clientes prontamente. Utilize todas as ferramentas disponíveis para ouvir as sugestões, críticas e reclamações dos clientes.

V- DOMINARÁS A ARTE DA PACIÊNCIA.

Manter-se calmo e adotar sempre uma postura profissional.

VI- BANIRÁS A LINGUAGEM CORPORATIVA.

Os clientes querem ouvi-lo com uma voz humana. Seja gentil e educado. Não se oculte por trás da linguagem rebuscada.

VII- NÃO COMETERÁS PECADOS MORTAIS DO ATENDIMENTO.

Muitos clientes estão comprando na Internet, pois quando vão até a loja, os vendedores demonstram falta de conhecimento em relação às mercadorias. “Não sei”. “Não estou nem aí”. “Não quero ser perturbado”. “Não vou com a sua cara”. “Não volte mais.” Não queremos pessoas do seu tipo aqui.” Será que na maioria das vezes você atende melhor aqueles clientes que vestem terno e gravata do que os que usam jeans e camiseta?

VIII- CONHECERÁS O PRODUTO, A EMPRESA, E O CLIENTE.

Você precisa conhecer as características, as vantagens e os benefícios de qualquer produto ou serviço que sua empresa forneça.

IX- APRENDERÁS SEM PARAR.

Aplicar sempre os princípios fundamentais do bom atendimento: confiabilidade, empatia, simpatia, cordialidade, flexibilidade e motivação para aprender novos conteúdos e enfrentar desafios para solucionar os problemas dos clientes.

X- ENCANTARÁS O TEU CLIENTE.

Agradeça a cada encontro: “obrigado por comprar conosco, o próximo por favor”. Quando estiver atendendo várias chamadas de telefone ao mesmo tempo e precisar colocar as que não são urgentes em espera, pergunte: “ você pode aguardar”? em vez de “ posso colocar você em espera?” Lembre-se bem: “quando você atende o telefone é a imagem da sua empresa que está na linha!”
Fonte: Site Administradores

Lucas Santos

Artigo: Pare!

Pare!
Por Lucas Santos
Caro leitor, primeiro eu lhe peço que pare e leia este artigo e depois coloque em prática, as dicas aqui citadas. Tenho certeza que você irá concordar comigo e me agradecer bastante.
Vivemos em um mundo turbulento, onde tudo é muito corrido. As pessoas não têm tempo para mais nada. A impressão é que os dias estão diminuindo na proporção que o estresse, a irritação e a sensação de estar carregando o mundo nas costas, aumentam.
O ser humano sempre está em busca de algo. Mas o que buscamos? Reconhecimento, sucesso satisfação pessoal e profissional. E em meio a toda essa procura, como diz o ditado “com muita sede ao pote”, o resultado é frustração e decepção. Mas o que fazer? Como podemos prosseguir? Muitas vezes para prosseguir é preciso parar!
Parar significa não fazer nada, para o Dr. David Kundtz, autor do livro A Essencial Arte de Parar – Um método revolucionário e simples para a paz e o encontro consigo mesmo, “Parar é ficar sem fazer nada o máximo possível, por um período definido (de um segundo a um mês), com o propósito de se tornar mais desperto e saber quem você é.”
Para continuar a caminhada é preciso saber se realmente você está indo pelo caminho certo, saber se a sua escolha de percurso foi à melhor. É preciso organizar-se para prosseguir, parar é você ter um encontro consigo mesmo, por isso que o parar que estou referindo a você é fazer nada é muito ao mesmo tempo. Segue algumas dicas para você parar, refletir e prosseguir:

1) Momentos de lazer com a família (visite praças, parques de sua cidade);
2) Encontre seus amigos para conversar pelo menos uma vez por semana;
3) Pratique exercícios físicos (caminhada, academia);
4) Crie o hábito de relaxar e respirar profundamente;
5) Ouça música;
6) Mantenha o hábito de viajar (visite lugares que você nunca foi);
7) Tire férias do trabalho;
8) É importante fazer pequenas paradas no dia-a-dia. Leia um livro no ônibus, na fila, no horário de almoço;
9) Escreva: Caneta ou lápis em mãos coloque seus pensamentos, idéias, no papel, escreva artigos, crie um livro.
10) Aprenda uma atividade nova (Uma dança, um esporte).

Aproveite as paradas e faça um balanço em sua vida, se feche para os problemas e assuntos estressantes e organize-se para prosseguir. Após o momento de parada se abra para o mundo, viva cada instante, aproveite e desfrute dos bons resultados. Parar é fundamental, é uma forma simples de adquirirmos conhecimento e melhores decisões.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Briefing, você tem que fazer. Siga este roteiro.

Briefing, você tem que fazer. Siga este roteiro:
As pessoas entopem seus canais criativos com conceitos negativos e acreditam que não sabem criar. Use este modelo para montar o seu briefing e verá a criatividade fluir.
Por Renato Fridschtein
Confie nessa vozinha insistente que diz: ”Talvez isso funcione; eu vou tentar” — DianeMariechild
Muita gente me diz que não é criativa, só que isso é uma grande falácia.
Na verdade, todo mundo é criativo. Para começar você tem de recriar o seu mundo todos os dias. E quem sabe recriar pode muito bem criar.
O que ocorre com algumas pessoas é que elas entopem seus canais criativos com conceitos negativos, sendo o primeiro deles a crença de que não são criativas!
Pensando nessas pessoas, elaborei este artigo que apresenta e comenta um modelo de briefing criativo. É uma abordagem mais racional da criatividade que pode te ajudar a refazer os seus conceitos sobre criatividade.
Briefing tem várias traduções possíveis, mas trata-se de um sumário de informações que é usado em campanhas de marketing. Então use este modelo para criar o seu documento ou de seu cliente, e em menos de uma hora terá os sucos de criatividade fluindo em seus canais.
Modelo de briefing de criativo

Nome da empresa (insira o nome da empresa)



Nome do projeto ou campanha (insira o nome da campanha)



Data de realização:


Tarefa (o que deve ser realizado nesta atividade)

..(deixe um espaço aqui)..





Objetivos do projeto: (o que você quer alcançar)

..(deixe um espaço aqui)..





Objetivos do negócio

..(deixe um espaço aqui)..





Objetivo desta comunicação

..(deixe um espaço aqui)..





Contexto do projeto: (detalhes relevantes do contexto)

..(deixe um espaço aqui)..





Estratégia

..(deixe um espaço aqui)..





Público alvo

..(deixe um espaço aqui)..





Estratégia do projeto: (como vamos motivar nosso publico alvo a agir da maneira como desejamos?)..

(deixe um espaço aqui)..





Vantagem competitiva circunstancial: (porque eles iriam considerar o seu produto ou serviço em detrimento de outros?)

..(deixe um espaço aqui)





..Mensagem chave: (Qual é a promessa ou benefício único mais importante para o cliente? Em 25 palavras ou menos.)..

(deixe um espaço aqui)





..Suporte: (quais as provas que suportam a mensagem chave?)

..(deixe um espaço aqui)





..Obrigações: (que elementos devem ser incluídos no trabalho criativo? Isto é, gráficos, logos, parafernália legal, etc)

..(deixe um espaço aqui)





..Orçamento:

..(deixe um espaço aqui)





..Datas chave:

Data do briefing:


Conceitos criativos apresentados pela agência:

..(deixe um espaço aqui)





..Participaram da elaboração deste documento: (insira aqui os nomes de todos os envolvidos)





Mãos à obra
Tái. Agora está com você. Vista o seu chapéu pensador, ligue ou sente-se com os outros envolvidos e aplique este modelo. Você acaba de economizar alguns milhares de reais e possivelmente, elucidado, ou ao menos, abordado as principais questões que permitirão ao seu empreendimento tornar-se um sucesso.
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

O que é? Briefing

Briefing
O briefing é um conjunto de informações passadas em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho, sendo muito utilizadas em Administração, Relações Públicas e na Publicidade. O briefing deve criar um roteiro de ação para criar a solução que o cliente procura, é como mapear o problema, e com estas pistas, ter idéias para criar soluções
O briefing é uma peça fundamental para a elaboração de uma proposta de pesquisa de mercado. É um elemento chave para o planejamento de todas as etapas da pesquisa de acordo com as necessidades do cliente.

Os itens que devem compor um bom briefing são:
1) Histórico: Aqui é importante que o cliente conte uma história a respeito de seu mercado (o que vem acontecendo com ele), da marca, da empresa, ou outras informações relevantes que nos ajudem a compor um cenário.
2) O Problema de Marketing: Este item pode até vir dentro do anterior ou não, mas é muito importante. O histórico deve desembocar no problema que o cliente está enfrentado no momento, e que é o pano de fundo para a necessidade que ele identificou para a condução da pesquisa. Em outras palavras, é o que ele espera ver resolvido depois da pesquisa.
3) Objetivo(s) da Pesquisa: Deve ser uma descrição sucinta e estar relacionado com o problema anteriormente definido.Aqui são apontados aos tópicos que a pesquisa deve cumprir.
4) Padrão de Ação: Talvez um dos pontos mais importantes e normalmente menos lembrados pelos clientes. Aqui ele deve definir o que fará com os resultados da pesquisa, independentemente do que virá pela frente. Ou seja, que decisão será tomada com os resultados futuros em mãos. O Padrão de Ação é um guia fundamental para calibrar e melhor desenhar o plano de pesquisa, definir os envolvidos no projeto e para a análise dos resultados, incluindo aí as recomendações estratégicas. Importante aqui é não incorrer no risco de definir um padrão de ação genérico, tipo "os resultados desta pesquisa serão utilizados na definição da estratégia futura da marca". Isso pode até ser verdade mas na maioria das vezes é possível ser mais específico. Devemos nos perguntar: que aspecto da estratégia da marca?
5) Questões Específicas (ou Áreas de Investigação): Neste item o cliente deve incluir todas as perguntas ou áreas de informação que ele precisa/deseja obter, sempre à luz do problema de marketing e dos objetivos do estudo.
6) Público-Alvo: Não cabe aqui falar do target do cliente ou de sua marca e sim o público-alvo da pesquisa. Atenção para a eventual necessidade de informações além da descrição sócio-demográfica básica. Muitas vezes é importante considerar elementos adicionais do target, a exemplo de dados de comportamento e atitude.
7) Áreas Geográficas: Definição das áreas geográficas/cidades que o estudo deverá cobrir.Pode-se pensar em bairros, como zonas nobres ou menos favorecidas, como campos geográficos de delimitação da pesquisa.
8) Materiais Anexos: Neste item o cliente deve relacionar os materiais que farão parte da pesquisa, a exemplo de photo boards, cartazetes, etc.Chamados também de materiais de apoio. São referências, geralmente, aos trabalhos anteriores, quando houver.
9) Limitações de Prazo e Custo: Algumas pesquisas acabam não sendo planejadas e conduzidas idealmente por limitações de prazo e/ou custo. Cabe ao cliente mencionar alguma restrição no briefing, se for o caso.
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

A Liderança pelo Exemplo

A liderança pelo exemplo
Escrito por Luiz Marins

Não se iluda. Numa empresa, nada ocorre de baixo para cima. Ou os dirigentes dão o exemplo ou nada ou pouco ocorrerá. Não adianta falar. Não adianta fazer discursos. Não adianta colocar faixas. Não adianta pregar quadrinhos nas paredes com frases de efeito e exortações para a qualidade, para o atendimento ao cliente, para a cortesia, para a prestação de serviços. Se os dirigentes não tiverem um genuíno comportamento e atitudes "exemplares" tudo ficará no discurso, na intenção e pouco ocorrerá de concreto, de efetivo dentro da empresa no dia-a-dia. Essa é a verdade, nua e crua. Temos feito várias pesquisas de antropologia corporativa e os resultados são surpreendentes. Se você chega num hotel e é friamente ou rispidamente atendido na recepção, pode ter certeza, o gerente do hotel trata as pessoas e seus funcionários, fria e rispidamente. Se você é tratado com descortesia no estacionamento de um supermercado, pode ter certeza de que o gerente desse supermercado trata as pessoas com descortesia. Se você é tratado secamente pelas enfermeiras e atendentes num hospital, pode ter certeza – a direção do hospital trata a todos da mesma maneira. Se você numa empresa tem dificuldades em ser atendido com uma reclamação ou pedido, pode ter certeza – a diretoria e as gerências têm uma atitude negativa em relação a pedidos de clientes. E assim por diante. Se um garção atende você mal num restaurante, pode ter certeza de que o dono ou gerente do restaurante trata mal os seus funcionários. Os funcionários de uma empresa repetem as atitudes e comportamentos de suas chefias. Acredite! Assim é através do exemplo e das pequenas atitudes e comportamentos que emitimos no dia-a-dia que passamos a visão e os valores de nossa empresa aos nosso funcionários. Não adiantam campanhas, faixas, cartazes, panfletos se não houver o exemplo da liderança, principalmente nas pequenas coisas. Tenho visto empresas que gastam tempo e recursos em campanhas institucionais de qualidade, por exemplo. São dezenas de peças – folhetos, faixas, livretos, pôsteres e até palestras falando e disseminando o conceito e a importância da qualidade. Na prática, pouca eficácia têm essas campanhas. Por quê? Porque a liderança da empresa não está "de facto" comprometida com a qualidade. E isso é demonstrado a cada momento, a cada comportamento, a cada decisão da diretoria. Na hora de escolher os fornecedores de matéria prima, escolhe-se não pela qualidade, mas pelo preço. Na hora de comprar equipamentos, escolhe-se não pela qualidade, mas pelo preço. Na hora de escolher a embalagem, escolhe-se a mais barata e não a que melhor protegerá o produto. Na hora de escolher os operadores de logística, escolhe-se os mais precários porque mais baratos. E a qualidade? A qualidade fica no "discurso". Da mesma forma, vejo os famosos programas de "Encantamento do Cliente". Na maioria das empresas são verdadeira peças de ficção. Novamente uma campanha é lançada com pompa e circunstância, discursos e coquetéis. Mas na prática, os comportamentos emitidos pelos dirigentes vão em direção totalmente oposta ao tal "encantamento dos clientes". Na prática os clientes são considerados impertinentes quando solicitam alguma atenção especial. Na prática são mal atendidos pela diretoria. Na prática, os dirigentes são inacessíveis aos clientes. Na prática tudo o que puder ser "tirado" do cliente e não "dado" ao cliente é a regra do dia-a-dia. E o "encantamento do cliente" fica, novamente, no discurso. Enquanto os dirigentes e "líderes" não tiverem consciência de que se não derem o exemplo de atendimento, qualidade, comprometimento, atenção aos detalhes, follow up, educação, cortesia, limpeza, respeito, etc., nada disso ocorrerá na empresa, estaremos vivendo a mentira dos quadrinhos e das faixas de exortação. Continuaremos ouvindo a telefonista repetir, com aquela voz mecânica que nossa ligação é a coisa mais importante para a empresa e continuaremos a receber o tratamento frio, descortês, descomprometido e sem os resultados que esperamos, como clientes.
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Aprenda com Lula - o mestre da oratória

Aprenda com Lula - o mestre da oratória
Reinaldo Polito
Sei que vou mexer num vespeiro. Muita gente já correu com a faca entre os dentes para ler o texto e cair de pau no autor, só porque eu disse para aprender com Lula -o mestre da oratória.
Outro tanto, sem me conhecer bem, já prepara um papelzinho para pôr num altar e fazer pedidos para que eu tenha vida longa e feliz - só porque eu disse para aprender com Lula -o mestre da oratória.
Não há meio termo nessa história. O sentimento quase sempre é de amor ou de ódio. Em todo caso, vou procurar ser só professor de oratória para explicar os motivos que levam Lula a angariar tanta popularidade e ser tão querido.
São dados das últimas pesquisas. Ao conquistar quase 80% de aprovação pessoal Lula transformou-se num dos maiores fenômenos políticos de todos os tempos. Já comecei a sentir algumas abelhas picando, mas vamos em frente.
Há algum tempo, o senador amazonense Arthur Virgílio, líder do PSDB no Senado e um dos mais ferrenhos e competentes opositores do governo Lula, disse nas Páginas Amarelas da 'Veja': 'O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um líder de massas, o maior que o país já teve desde Getúlio Vargas. Ele sempre foi identificado com causas populares. É o principal protagonista da história das eleições presidenciais. O carisma dele é inegável'.
Fernando Henrique Cardoso, que tem todos os motivos para enxergar Lula com os olhos críticos, pois passou os dois mandatos levando bordoada do opositor, e, por isso, vive trocando farpas com seu sucessor, já disse com outras palavras o mesmo que Arthur Virgílio. Revelou em uma de suas palestras que seu maior mérito político havia sido o de vencer Lula, um líder carismático.
Gostando ou não do presidente Lula, não há como negar que o 'cara' é fera! Analise comigo. Mesmo tendo sido massacrado pela imprensa durante um ano inteiro por causa do escândalo do mensalão, conseguiu o 'milagre' de receber votos de mais de 60% da população. Eu não consigo pensar em outra pessoa no mundo inteiro que conquistasse façanha semelhante.
Sabemos que depois de algum tempo no poder o governo vai perdendo um pouco do encanto e sua imagem fica desgastada. Afinal, é impossível cumprir todas as promessas feitas durante a campanha eleitoral.
Lula quebra essa regra. Passados cinco anos, sua aceitação pessoal continua intacta, ou melhor, em alta. Repito - quase 80% de aceitação pessoal. Parece que acabou de sair dos braços do povo que o elegeu pela primeira vez.
A oposição não sabe para onde correr. Vive atrás de 'um fato novo' para virar o jogo. Entretanto, entra dia, sai dia e o 'homem' continua, como dizia o ex-ministro Magri, imexível.
Alguns adversários argumentam que seu sucesso é devido àqueles que se beneficiaram do bolsa-família. Outros, inconformados, arrancam os cabelos -como é que alguém nasce assim com o 'bumbum virado pra Lua?'
E é verdade. Vai ter sorte assim lá em Garanhuns. Exceto a turbulência recente, nunca a economia mundial foi tão favorável como nos últimos anos. E de quebra a descoberta dentro do nosso quintal de uma das maiores bacias petrolíferas do mundo - no seu governo.
Temos de reconhecer, entretanto, que essas vantagens ajudam, mas com ou sem elas Lula teria apoio popular. Sabe por quê? Ele é um craque na oratória. Sabe como tratar as massas e se identificar com o povo.
Lula traçou um plano de ação vencedor. Conseguiu 'colar' a imagem de que pertence ao povo, ora como paizão, ora como mais um brasileiro comum. Quando lança uma medida popular é o pai protegendo seus filhos. Quando é atacado, se junta ao povo como um igual para se defender das 'elites' opressoras.
Pesquisas recentes mostraram dados alarmantes. 50% dos brasileiros não sabem onde fica o Brasil, 84% não têm idéia de onde está a Argentina e 97% não conseguem localizar a França no mapa. Em interpretação de textos somos um dos últimos colocados no mundo. Ou seja, vivemos num país inculto e despreparado.
Aí entra a melhor face da capacidade de comunicação do Lula. Ele sabe usar uma linguagem que as pessoas conseguem entender, por mais incultas que sejam. Lula conta histórias, lança mão de metáforas, brinca, compara assuntos econômicos com futebol. Tudo com uma simplicidade que entra na cabeça dos eleitores e vai direto ao coração.
Quando fala para empresários ou investidores estrangeiros, embora o discurso mantenha a mesma leveza, a mensagem se reveste de dados econômicos e financeiros que mostram o bom desempenho do país. Isto é, um discurso na medida certa para cada tipo de ouvinte.
Parodiando o próprio Lula - nunca antes na história desse país apareceu um político que soubesse usar tão bem a comunicação a seu favor como ele. A análise é simples e direta, Lula sabe como ajustar o discurso de acordo com o perfil, a característica e as aspirações dos ouvintes.
Dá para aprender oratória com ele. Se nós soubermos usar a comunicação apropriada para os diferentes tipos de ouvintes, com a competência demonstrada pelo Lula, o resultado das nossas ações será muito melhor e mais eficiente.
Portanto, essa é a lição de casa: aprender a falar bem como o Lula. Mesmo que você não goste muito dele. Não sou eu que estou dizendo, são seus próprios opositores.
SUPERDICAS DA SEMANA
Analise as características dos ouvintes e adapte seu discurso a eles
Conquiste empatia.
Faça com que os ouvintes se vejam na mesma situação que você
Revele como sua mensagem atenderá as aspirações dos ouvintes
Use uma linguagem apropriada a cada tipo de platéia

Para ver outras dicas, entre no meu site
Livros de minha autoria que tratam desse tema: 'Como falar corretamente e sem inibições', 'Superdicas para falar bem' e 'Oratória para advogados e estudantes de direito', publicados pela Editora Saraiva
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

As Dinâmicas De Grupo Mais Populares

Lucas Santos - O Palestrante Espetacular! – Palestrante Motivacional – www.samuraytreinamentos.com.br – Tel. 35 3713-3222 palestras focadas em motivação, comportamento, empreendedorismo, liderança, trabalho em equipe e temas relacionados ao desenvolvimento humano.
As Dinâmicas De Grupo Mais Populares
Descubra quais são as atividades aplicadas com mais freqüência pelos recrutadores e veja dicas para ter sucesso durante o processo
Para muitos candidatos, a dinâmica de grupo é um dos momentos mais críticos de um processo seletivo. Além de ter de interagir e se destacar em meio a pessoas desconhecidas, é exigido do participante jogo de cintura para saber lidar com jogos e atividades propostos na hora. “A dinâmica de grupo em processos seletivos visa identificar o candidato certo para uma vaga específica. Por isso, a atividade aplicada deve ser análoga à função do cargo oferecido”, afirma Roberto Hirsh, da SBDG (Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos). Deste modo, a maior dica para o candidato é ter certeza de que possui o perfil desejado pela empresa. “O maior inimigo do candidato é ter o perfil inadequado para o cargo, e não as pessoas que estão concorrendo com ele”, explica a psicóloga organizacional Beatriz de Campos, consultora da Pensare Consultoria.
Mas como os selecionadores optam por aplicar esta ou aquela dinâmica? “Cada profissional tem seus autores de dinâmica favoritos. No meu caso, gosto do trabalho de Maria Rita Gramigna e Marise Jalowitzki, entre outros. Além disso, pesquiso em sites especializados”, conta Beatriz. Não há como prever qual tipo de dinâmica será aplicado em determinada empresa, mas estudar alguns exemplos pode ajudar em sua preparação.
Confira algumas vivências freqüentes em processos seletivos:
- Apresentação: Antes de começar a trabalhar em grupo, é preciso conhecer cada um dos candidatos. A apresentação p ode ser feita apenas oralmente, quando cada participante fará uma pequena descrição de sua vida pessoal e profissional . Não se esqueça, porém, de que sua apresentação pessoal já estará sendo avaliada pelos recrutadores, que irão verificar sua habilidade em falar sobre si;
- Atividade individual: Também é uma opção de avaliação do selecionador, que busca examinar a capacidade do candidato em se expor a outras pessoas, competência na argumentação e fluência verbal ( veja um exemplo disponibilizado por Beatriz);
- Redação: Algumas empresas pedem durante a dinâmica que os candidatos escrevam um texto (cujo tema pode ser específico ou livre) para avaliar o domínio da língua escrita – seja em português ou outro idioma requisitado pela vaga. Portanto, revisar sua ortografia antes de encarar o processo é uma dica valiosa ( veja o que diz Izabel Failde, especialista do Empregos.com.br em dinâmica de grupo);
- Simulação de vendas: Não é raro que os recrutadores peçam para os participantes se dividirem em grupos e bolarem uma estratégia de venda para determinado produto. Geralmente esse tipo de dinâmica ocorre quando a vaga em questão está relacionada ou necessita de algumas competências de um profissional de vendas ( leia mais );
- Trabalho em equipe: Inúmeras dinâmicas têm o objetivo de avaliar como o candidato interage em grupo – se é introvertido ou não, engajado com a equipe ou relapso, possui capacidade de argumentação ou não, apresenta características de liderança ou de liderado, etc. ( veja um exemplo disponibilizado por Beatriz).

Conquistando o sucesso
Muitas competências são avaliadas durante todo o processo e, por mais diferentes que sejam as vagas, algumas habilidades são sempre bem vindas, tais como: criatividade, flexibilidade, iniciativa, capacidade de negociação, foco em resultados, capacidade de trabalho em equipe, autoconfiança, liderança, estabelecimento de metas e tomada de decisão. É muito importante que você se prepare e estude bem a empresa e o cargo pretendido, contudo, lembre-se de que sua atitude deve ser o mais natural possível. Não tente decorar o que vai fazer na dinâmica. Você ficará mais ansioso e as chances de falhar aumentam. Como você não pode prever quais serão as atividades aplicadas, veja quem é o candidato que os avaliadores procuram - em todos os tipos de dinâmica:
Aquele que é seguro de si, que possui valores, metas e idéias condizentes com as da empresa;
Acompanha o ritmo da equipe, respeitando e colaborando com os membros participantes;
Desempenha sua tarefa com o uso do raciocínio, planejando e executando o trabalho de forma organizada, expondo suas idéias com fundamento;
Aceita os demais membros, promovendo-os também para o sucesso e êxito em seu desempenho.
É automaticamente descartado quem:
Demonstra comportamento arrogante;
Possui timidez demasiada, sem participação efetiva;
Finge comportamentos;
Boicota algum membro do grupo;
Busca destaque em excesso, não permitindo a participação dos demais membros.
(Clarissa Janini)
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Por Que Publicar Artigos?

Por Que Publicar Artigos?
Por Ronit Rozen
Publicar artigos em diretórios de artigos é um dos métodos mais geniais de marketing online.
A maior vantagem da publicação de artigos é o reconhecimento online. Ao publicar artigos nos assuntos de sua especialidade, você mostra a seus leitores (que são clientes em potencial!) seus conhecimentos no assunto em questão, formando assim uma reputação online e despertando a curiosidade dos leitores para ler mais de seus artigos, visitar seu site, ou simplesmente entrar em contato contigo.
Digamos que você é um psicólogo especialista em hipnose. Sua divulgação normal seria propaganda de anúncios e panfletos – mas quanto você já pode transmitir neste tipo de propaganda? Como seu cliente potencial saberá qual a profundidade de seu conhecimento e de sua experiência? A resposta vocês já sabem: através da publicação de artigos, você pode em muitas palavaras e de graça mostrar o quanto entende de hipnose, contar case-studies, etc.
Uma outra maneira de expressar seu conhecimento é através de seu site – mas como seus leitores e clientes potenciais chegarão ao seu site? Sim, você pode distribuir o nome do site nos seus cartões de visita e panfletos, mas é pena limitar assim o número de visitas ao site.
A solução, é claro, está também na divulgação de artigos. O número de leitores que acessa o diretório de artigo é infinitamente maior dos que visitam seu site - ainda mais que muitos dos artigos são acessados por sites externos que tmabém divulgam os artigos.Ao publicar seus artigos, você tem o espaço do “perfil do autor” que serve justamente para contar um pouco de você e publicar suas informações de contato, entre elas o endereço do seu site, telefone, endereço, e-mail, etc. No perfil do autor você tanto aumenta o tráfego para o seu site, como divulga seus dados de contato gratuitamente.

Vamos recapitular então o por quê é importante publicar artigos:
- Reputação e reconhecimento online do seu nível de conhecimento e profissionalismo
- Propaganda gratuita para você e seu negócio através do perfil do autor
- Mais tráfego ao seu site através do perfil do autor, graças a massiva divulgação dos artigos nos sites de busca e outros sites terceiros que também divulgam os artigos.
A publicação é completamente gratuita, e não há limites para a quantidade de artigos que podem ser publicados, ou por quanto tempo o artigo ficará publicado.
Fonte: Artigonal
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

1000 Visitas ao meu blog


Olá pessoal! Hoje estou muito Feliz, pois completaram 1000 visitas ao meu Blog. Gostaria de agradecer a você caro leitor pela sua atenção, tempo e dedicação. Espero que logo esteja comemorando 2000 visitas. Agradeço também os comentários, e-mails, e se você tiver alguma sugestão para o meu blog fique a vontade. É só postar aqui no blog, ou me enviar um e-mail para lucassantospalestrante@yahoo.com.br.

Lucas Santos



Imagem da Semana: Mudanças


Imagem da Semana: Mudanças
A cada dia a tecnologia avança, e a imagem a cima já não nos assusta mais. Mudanças, acontecem a todo momento. É preciso estar preparado!
Desejo a todos uma excelente semana! Abraço pessoal!
Lucas Santos
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!

domingo, 4 de janeiro de 2009

Linguagem Corporal

Introdução
A proposta desse artigo é trazer a tona alguns conhecimentos sobre a pouco comentada linguagem verbal, pouco se da valor a linguagem do corpo, ela é tratada muitas vezes como uma coadjuvante da linguagem verbal. Mas na verdade a linguagem corporal é de fundamental importância para o entendimento de diversas situações, muitas vezes um gesto diz mais que muitas palavras. Porém o artigo irá focar nas dificuldades de se entender a linguagem do corpo e irá oferecer algumas dicas para conseguirmos a entender melhor.
Linguagem corporal
Diversas vezes quando estamos nos comunicando, nos deparamos com algumas situações que não conseguimos entender por completo, é porque no processo de comunicação, além da linguagem verbal, há também a linguagem não verbal, essa segunda muitas vezes de difícil compreensão. Um olhar rápido, um olhar mais demorado, um sorriso, um franzir de sobrancelhas ou um movimento provocante do corpo, todos são mensagens não verbais que podem ser enviadas sozinhas ou junto as mensagem verbal.
A grande dificuldade encontrada é entender o que cada gesto dessa linguagem não verbal significa, portanto procurou-se achar embasamento teórico e também exemplos práticos para deixar tudo mais claro.
A linguagem corporal é uma ferramenta de comunicação, sendo assim, se você consegue entender o que o corpo tem a dizer, conseguirá entender melhor o que os outros estão dizendo, e também transmitir melhor a sua mensagem.Na verdade, devemos tomar muito cuidado, pois muitas vezes a boca diz uma coisa, mas o corpo fala outra completamente diferente.Oliver Sacks, em seu livro sobre surdos, comenta sobre como estes, ao assistir um programa de televisão com a presença de políticos, riam ininterruptamente da incapacidade de mentir que os “corpos” tinham. A linguagem corporal era uma grande delatora das mentiras que estes contavam. (http://www.linguagemcorporal.com.br/ )
A linguagem corporal é comandada por impulsos nervosos, oriundos do nosso sistema de percepção, que muitas vezes oferece estímulos inconscientes. Pierre Weil e Roland Tompakow em sua obra O corpo fala, norteia a linguagem corporal em quatro princípios básicos, que são eles:
Os componentes simultâneos das mensagens em linguagem do corpo humano sempre concordam entre si ou discordam entre si.
É possível discernir entre atitude conscientemente exteriorizada ou atitude consciente ou inconscientemente oculta.
A percepção ou reação do receptor das mensagens podem ser de modo consciente ou inconsciente.
Na percepção consciente de mensagens corretamente avaliadas, o acordo dos componentes confirma a verdade da intenção convencionalmente exteriorizada enquanto que o desacordo entre os componentes revela oposição reprimida da intenção convencionalmente exteriorizada.
Segundo Cristina Cairo em sua página na internet, “quando analisamos os movimentos do corpo ou o funcionamento de cada órgão percebemos que carregamos diferentes sentimentos para diferentes movimentos do nosso corpo”. Com base nisso fica mais claro que cada movimento corporal que apresentamos tem um significado próprio.
Em seguida alguns exemplos de sinais que utilizamos no dia a dia e suas respectivas possíveis interpretações:
* movimentação rápida, andar ereto: confiança;
* parar com as mãos na cintura: incompreensão, agressividade;
* sentar com pernas cruzadas e pequenoschutes no ar: cansaço, aborrecimento;
* sentar com as pernas abertas: abertura, relaxamento;
* braços cruzados no peito: defensiva;
* andar com as mãos nos bolsos, olhandopara baixo: falta de entusiasmo, desmotivado;
* mãos nas maças do rosto: avaliação, pensamento;
* coçar o nariz, tocar o nariz ao falar: dúvida, mentira;
* esfregar os olhos: descrença, dúvida, mentira;
* mãos fechadas atrás das costas: frustração, ódio;
* apoiar a cabeça nas mãos, olhar para baixolongamente: aborrecimento;
* esfregar as mãos: antecipação, ansiedade;
* sentar com as mãos para trás da cabeça ede pernas cruzadas: confiança, superioridade;
* mãos abertas, palmas para cima: sinceridade, inocência, abertura;
* coçar a ponta do nariz, olhos fechados: avaliação negativa;
* batucar com os dedos, olhar o relógio: impaciência;
* estalar os dedos: autoridade;
* alisar o cabelo: insegurança;
* inclinar/ virar a cabeça na direção…: interesse;
* coçar o queixo: pensando;
* desviar o olhar: desconfiança;
* roer unhas: ansiedade, insegurança;
* puxar ou coçar a orelha: indecisão.
Outro fator de fundamental importância é tentar entender as reações do corpo quando se está contando uma mentira, é claro que a linguagem corporal deve ser sempre interpretada de acordo com o contexto da comunicação, porém existem alguns indícios que podem denunciar um mentiroso, seja pelo seu corpo, olhos ou face. Por exemplo, o mentiroso tende a se retrair, encolhendo braços, pernas e ocupando pouco espaço, ele também evita contato visual com o interlocutor e também usa a mão para esconder o rosto, principalmente a boca.
Tentou-se com esse artigo tirar algumas dúvidas sobre linguagem verbal e assimilá-la a linguagem verbal. E também entender o significado de cada gesto que costumamos presenciar diariamente, mas nunca tínhamos certeza de seu significado, mostraram-se também algumas dicas sobre como desmascarar um “mentiroso” utilizando somente de percepção..
O assunto é bastante amplo, existem diversas teorias, porém tentou-se de maneira simples abordar os pontos principais do assunto proposto.
BIBLIOGRAFIA
TOMPAKOW, Roland. WEIL, Pierre. O corpo fala, a linguagem silenciosa da comunicação não verbal. Editora vozes. 5ª edição – e-book
http://www.linguagemcorporal.com.br/ O Corpo também comunica, aprenda a ler suas mensagens. Decifre pessoas. Acessado dia 22 de junho de 2008
http://www.linguagemcorporal.com.br/exemplos_lc.php Exemplos de Linguagem Corporal. Acessado dia 22 de junho de 2008
http://www.linguagemcorporal.com.br/mentira_corporal.php Quando a boca mente, mas o corpo fala. Acessado dia 22 de junho de 2008
http://www.linguagemdocorpo.com.br/ Cristina Cairo, O que é linguagem do corpo. Acessado dia 22 de junho de 2008
*Aluno do 5º semestre de administração de empresas com ênfase em gestão ambiental da FACESI, faculdade de ciências educacionais e sistemas integrados. Membro fundador da Empresa Junior de administração da FACESI e membro atual do projeto de extensão denominado FACESI on line. Coobrigado pelo projeto FACESI inclusão digital.
............................................................................................
Participe deste BLOG enviando textos, artigos e frases interessantes para lucassantospalestrante@yahoo.com.br Terei o maior prazer em publicar e citar seu nome como colaborador(a) do dia. Conto com seu apoio! Sucesso e felicidades!
Gostaria de agradecer a todos pelas visitas...
Lucas Santos